BSC: como suas perspectivas podem ajudar a bater metas

5 minutos para ler

No atual cenário dos negócios, em que há grande concorrência e a busca por agradar o cliente, o uso de ferramentas e metodologias se tornam cada vez mais essenciais. Elas permitem uma visão mais ampla e de diferentes ângulos de sua empresa, e assim, obter diferentes pontos de vista do mesmo negócio. Para isso, o BSC – Balanced Scorecard – é um bom método de planejamento e uma das principais metodologias quando se trata de Gestão Empresarial.

BSC

Como surgiu e o que é o BSC?

O BSC surgiu em 1992, pelos professores da Harvard Business School, Robert Kaplan e David Norton. O método foi criado com intuito de inovar e fugir das limitações do tradicional sistema de avaliação de desempenho, e por isso teve grande repercussão.

Podendo ser traduzido como Indicadores Balanceados de Desempenho, o BSC é uma metodologia de gestão. Assim, ela se caracteriza por permitir uma visão mais ampla e não focar apenas nos indicadores econômicos e financeiros da empresa. É um método simples e de fácil implementação. Além disso, não é restritivo, sendo uma metodologia que deve ser combinada com outras ferramentas, como análise SWOT e 5W2H.

As perspectivas do BSC

Para analisar a estratégia das empresas, o BSC é dividido em 4 perspectivas. Elas devem ser associadas com os objetivos da empresa e, assim, serem relacionadas aos indicadores de desempenho. Esses serão importantes para medir quanto do seu objetivo está sendo atingido e, dessa forma, definir as metas para cada um dos indicadores. É importante destacar que cada uma dessas perspectivas influenciam as outras.

1)    Perspectiva Financeira

Trata-se dos objetivos e metas da empresa relacionados a resultados financeiros, que serão importantes para o desenvolvimento do plano de ação para atingir um resultado satisfatório.

Outro fator importante é a análise de indicadores financeiros, para saber o que está dando certo ou errado na empresa e gerar maior rentabilidade.

Nessa perspectiva, o sucesso pode ser mensurado pela lucratividade e rentabilidade da empresa.

2)    Perspectiva dos Clientes

Esta perspectiva relaciona-se à maneira que o cliente está vendo a empresa. Dessa maneira, é avaliado como ela se posiciona no mercado e a satisfação dos clientes.

Para traçar os objetivos estratégicos, é importante saber o que o consumidor espera e quer, e são definidos indicadores relacionados com a satisfação do cliente. Por meio dos indicadores, é possível mensurar como a empresa está no mercado e o que deve ser melhorado.

3)    Perspectivas dos Processos Internos

Nessa perspectiva, o foco é na qualidade dos processos internos e o grau de inovação. Portanto, a missão foca em identificar se houve problemas com os produtos, se as entregas foram feitas no prazo e se houve a busca por inovação.

Há três características essenciais para essa perspectiva: inovação, operação e pós-venda. A inovação tem como finalidade atender as necessidades dos clientes. A operação se inicia quando é feito o pedido do produto e finaliza quando ele é entregue, buscando aprimorar o custo e a qualidade. Já o pós-venda trata de questões como garantias, devolução e boa comunicação.

Empresa de sucessoPowered by Rock Convert

 4)    Perspectiva do Aprendizado e Crescimento

Nessa perspectiva, busca-se avaliar a satisfação dos funcionários e melhorar o conhecimento, pensando no desenvolvimento da empresa.

Trata-se de oferecer conhecimento e infraestrutura para atingir com sucesso os objetivos da organização.

Alguns indicadores importantes para avaliar o sucesso do aprendizado e crescimento são rotatividade de funcionários, capacitação, treinamento, engajamento e satisfação.

Como o BSC ajuda a bater metas

A metodologia define indicadores para mensurar as ações e acompanhar os objetivos da organização. Eles irão avaliar se o caminho que está sendo feito levará a empresa a conseguir os resultados desejados e a bater metas, levando ao alcance do objetivo estratégico da empresa.

Os indicadores são criados para cada perspectiva, que estão interligadas. A perspectiva de aprendizado e conhecimento permite melhorias na habilidade e a aquisição de conhecimentos, que influenciam na perspectiva dos processos internos, gerando funcionários mais qualificados e treinados, dispostos a melhorarem os processos do trabalho. Essa melhoria leva a clientes mais satisfeitos, influenciando na perspectiva dos clientes. E clientes mais satisfeitos geram maior resultado financeiro, levando à perspectiva financeira. Dessa forma, o BSC contribui para o crescimento do seu negócio.

Como aplicar o BSC na prática?

1)    Realize uma análise do estado atual

Para iniciar a aplicação do BSC na sua empresa, deve ser feito uma análise das 4 perspectivas dentro da empresa e os problemas enfrentados. Desse modo, possibilita-se a criação do planejamento estratégico.

2)    Estabeleça metas

O segundo passo para implementação do método é definir as metas para cada perspectiva. É importante destacar que deve-se levar em consideração os efeitos que terão umas sobre as outras. Isso porque as perspectivas se relacionam, levando o cumprimento de uma meta a influenciar no cumprimento de outras.

3)    Atribua estratégias

Deve-se estabelecer as estratégias para o cumprimento das metas determinadas, uma vez que elas podem garantir a conquista do bom resultado.

É importante destacar que cada estratégia deve ser planejada por gestores e diretores da empresa e cada perspectiva terá suas respectivas estratégias.

4)    Controle os resultados

Deve-se controlar os indicadores da empresa em tempo real. Dessa forma, será possível corrigir os possíveis erros que estão prejudicando as estratégias e o alcance das metas.

Portanto, o BSC se tornou uma ferramenta de fácil aplicação e correção de erros em tempo real.

Texto escrito por Laura Araújo, Consultora de Projetos da PUC Consultoria Jr.

Posts relacionados

Deixe um comentário