Ciclo operacional: entenda a importância e como aplicar este conceito

6 minutos para ler

Você sabe o que é o ciclo operacional? E sabe como ele está ligado com o tempo em que o recurso investido na matéria prima da sua empresa demora para voltar ao caixa? E com o quanto sua empresa pode economizar com a diminuição de tempo dos processos? 

Neste texto será apresentado o ciclo operacional, que é caminho para gerar mais lucro e estabilidade em sua empresa através da otimização dos processos.

O que é ciclo operacional 

O ciclo operacional está dentro da gestão financeira. Ele é a soma de todas as atividades operacionais de uma empresa, desde a compra da matéria prima até a o pagamento final do cliente. Ou seja, corresponde ao espaço de tempo médio entre o investimento e o recebimento.

Logo, quanto menor o ciclo operacional de uma empresa, melhor. Porque assim, é possível chegar a etapa do pagamento mais rápido e iniciar um novo ciclo com maior frequência. 

Porque e quando utilizar o ciclo operacional

O ciclo operacional é de grande importância na análise e gestão da sua empresa. É imprescindível para o monitoramento dos produtos que saem e entram no estoque, para análise dos resultados de venda, ter um bom relacionamento com fornecedores e clientes, e para que seu negócio seja cada vez mais lucrativo.

Pequenas empresas devem estar sempre atentas à gestão de seu negócio para que sua estrutura seja sólida o bastante para superar momentos difíceis, estando pronta para o crescimento. Precisam dominar seus ciclos e processos para se consolidar e conseguir se preparar para uma crise. Além de conseguir fugir do endividamento, melhorar a gestão de estoque e consequentemente aumentar sua lucratividade.

Como calcular o ciclo operacional 

Para calcular o ciclo operacional basta somar o prazo médio de estocagem, também conhecido como ciclo econômico, que corresponde ao tempo entre a compra da matéria prima e a venda do produto, e o prazo médio de recebimento, que por sua vez representa o período entre a venda e o recebimento do dinheiro. 

O prazo médio de estocagem é calculado pela divisão de 365 (dias no ano) pelo valor de giro de estoque. Ou seja, pelo número de vezes que o estoque é renovado (custo das mercadorias vendidas dividido pelo estoque médio). Já ao cálculo do prazo médio de recebimento, é necessário primeiramente dividir a receita líquida da empresa por 365, e logo após, o número médio de clientes anuais deve ser dividido por este valor.

Ciclo econômico, operacional e financeiro

Ciclo econômico é o período entre a entrada e saída de determinado material do estoque, ou seja, é o tempo em que o produto fica armazenado na empresa, desde a compra da mercadoria até sua venda. Já o ciclo financeiro representa o tempo entre o pagamento do fornecedor e o recebimento relativo à venda ao cliente. Assim como o ciclo operacional, ambos também devem ser otimizados para maior eficiência e lucro da empresa.

O ciclo econômico, também chamado de prazo médio de estocagem, quando somado ao prazo médio de recebimento resulta no ciclo operacional, que por sua vez ao ser subtraído pelo prazo médio de pagamento resulta no ciclo financeiro. Para calcular o prazo médio de pagamento basta dividir a dívida com os fornecedores pelo valor das contas brutas, e multiplicar o valor encontrado por 360. 

Ciclo operacional e a importância da gestão de estoque

A gestão de estoque faz parte do ciclo operacional e é extremamente necessário para garantir que ele seja mais curto. Se um estoque estiver muito cheio quer dizer que o dinheiro está parado e o ciclo não está girando da forma certa. Mostrando que a empresa está tendo gastos desnecessários com o aluguel do espaço para estoque, conta de luz alta e pagamento de funcionário para organização. Isso significa que a empresa não está saudável e está tendo prejuízo. Portanto, o processo de estoque deve estar bem administrado e todas as ações de melhorias ajustadas para que o estoque parado vire dinheiro no caixa.

Além disso, a gestão de estoque garante que a empresa atenda a demanda com eficiência, aperfeiçoe o processo de compras, aumente a receita e reduza os gastos. Sendo, desta forma, de extrema importância na produtividade e resultado financeiro de uma empresa.

Conclusão 

Após esta leitura sobre ciclo operacional é possível concluir que o cálculo dos ciclos e o controle do estoque são essenciais para a estabilidade e crescimento de qualquer empresa. A segurança de saber que decisão tomar em qualquer situação, assim como a garantia de que é a melhor decisão para sua empresa só é possível se você conhecer todos os processos e tiver domínio dos ciclos.

Se quiser saber mais sobre o assunto, indicamos o livro “Gestão de Estoques: Planejamento, Execução e Controle” por Bráulio Wilker Silva. O livro aborda tópicos como condições de compra e venda de mercadorias, logística e cadeia de suprimentos e classificação e codificação de materiais. 

Indicações 

Se você se interessou pelo assunto a PUC Consultoria Jr. pode te ajudar. A empresa conta com um serviço de plano de negócios que fará uma descrição detalhada do seu empreendimento, possibilitando a criação de estratégias operacionais e financeiras. Além desse plano, outro de nossos serviços é a gestão de estoque. Por meio dela, podemos te ajudar a reduzir os gastos e desperdícios, atender à demanda de maneira mais eficiente, ter maior controle e organização de sua mercadoria, além de te ajudar com o cálculo dos ciclos. 

Para marcar uma reunião diagnóstica ou conhecer mais sobre os serviços ofertados entre em contato conosco.

Por fim, no blog da PCJ você pode conferir diversos conteúdos como este para ajudar sua empresa.

Texto escrito por Rafaela Avelar, consultora de projetos da PUC Consultoria Jr.

Posts relacionados

Um comentário em “Ciclo operacional: entenda a importância e como aplicar este conceito

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.