Equilíbrio atuarial, você sabe o que é?

3 minutos para ler

Dentro de uma entidade, a manutenção da estabilidade é fundamental para sua estabilidade, principalmente em termos financeiros. A partir disso surgem dois equilíbrios a serem atingidos para se garantir essa estabilidade. São eles o equilíbrio financeiro e o equilíbrio atuarial. E, segundo o portal do Ämbito Jurídico, esses equilíbrios são muito importantes para uma visualização atual e futura em relação às reservas monetárias de um negócio.

Então, para você não faz ideia de nenhum desses conceitos, vamos apresentá-los detalhadamente e sua importância dentro do seu negócio e também para o nosso país.

O que é Equilíbrio Financeiro?

Equilíbrio é quando algo atinge um estado de apoio, uma estabilidade, que garante sua sustentabilidade. A partir disso, o conceito de Equilíbrio Financeiro está associado a aquele momento dentro da estabilidade financeira de alguma empresa em que saldo zero ou positivo no sistema na relação entre arrecadação de valores previdenciários e os pagamentos de benefícios a serem realizados. Ou seja, quando a arrecadação é suficiente ou maior do que os pagamentos necessários de serem realizados.

O que é Equilíbrio Atuarial?

Já esse equilíbrio está relacionado à ciência atuarial, que é um estado mais relacionado a cálculos utilizados em seguros de vida, por exemplo. A partir disso o equilíbrio atuarial é uma medida a longo prazo onde as receitas da previdência cobrem as despesas da previdência através do cálculo atuarial. Ou seja, diferentemente do equilíbrio anterior que é baseado na situação atual do negócio, esse é mais apropriado para uma visão futura. Essa visão é calculada por meio de diversas variáveis como: taxa de juros, expectativa de vida, taxa de rotatividade e inflação. 

Em 2020 podemos dizer que o equilíbrio atuarial sofreu um grande impacto devido às mortes e as medidas protetivas do coronavírus. Por ter sido um acontecimento fora do esperado e que trouxe uma série de despesas às empresas. E segundo o secretário da previdência, estabelecer esse equilíbrio se tornou uma grande missão dentro do planejamento financeiro de diversas instituições. 

RPPS e sua relação com esses equilíbrios

O Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) é o modelo de previdência pública exclusivo dos servidores públicos titulares de cargo efetivo e seus beneficiários. Em outras palavras, servidores concursados (ativos ou não), militares e seus dependentes, como esposa, marido e filhos. 

E, para um bom funcionamento de um Regime Próprio desse tipo é necessário que os equilíbrios financeiro e atuarial se encontrem em margens de valor em que os gestores possam trabalhar em segurança. Ou seja, a saúde dos mesmos é de grande importância para a saúde do RPPS também.

Texto escrito por Jordanio Morais, consultor de projetos da PUC Consultoria Jr.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.