Funil de vendas como forma de gerar clientes

7 minutos para ler

O Funil de Vendas, é a ferramenta utilizada para auxiliar no aumento da geração de vendas, e trazer mais resultado para a empresa. Nesse sentido, ele atua mapeando o caminho de quem tem o primeiro contato com o sua empresa, e guia o visitante para que se torne um cliente.

Essa ferramenta por sua vez, é considerado uma estratégia do inbound marketing, que é responsável pela conversão de novos clientes. Dessa forma, sua base principal de atuação é a produção de conteúdos ricos, materiais em blogs, mídias sociais, dentre outras formas de abordagem, buscando gerar potenciais clientes e educá-los.

Como o funil de vendas atua na jornada do cliente?

Para definir o caminho do cliente até o momento de realizar a compra, existem cinco classificações importantes. Sendo elas: visitante, lead, MQL, oportunidade e cliente. As diferenciações são importantes, pois elas permitem observar o quão propenso alguém está em ser convertido em uma venda de sucesso para a empresa.

Visitante:

Qualquer um que tenha tido o primeiro contato com a empresa em algum meio de comunicação, mas que ainda não demonstrou interesse.

Lead:

Um consumidor em potencial que tenha demonstrado interesse por algum produto ou serviço oferecido. Uma característica usual é ter interagido de alguma forma com a empresa como ter respondido algum formulário ou ter se cadastrado no site.

Oportunidade:

Já buscou o atendimento da equipe comercial, por meio dos canais de comunicação do estabelecimento e está quase se tornando um cliente.

Cliente:

É uma oportunidade que realizou a compra do que estava sendo ofertado, ou seja, foi convertido pelo setor comercial em uma venda.

A partir dessas definições, para conseguir transformar um visitante em cliente, existem as etapas do funil de vendas. Nesse sentido, o funil é dividido em três partes, e são essas etapas as responsáveis por fazer a jornada do cliente, e aumentar as possibilidades de fidelização. As etapas são:

Topo do Funil:

É a parte mais abrangente de todo o funil, e muitas vezes, quem está nessa etapa, não sabe quais são os problemas e dificuldades do seu empreendimento. Dessa maneira, por não ter o conhecimento de qual o seu principal problema, as pessoas que se enquadram nesse estágio ainda não procuram por uma solução ou serviço.

Com isso, faz-se necessário o fornecimento de materiais e conteúdos que ajudem o visitante a identificar qual o seu problema.

Somente assim será despertada a necessidade do visitante em querer compreender mais a sua dificuldade. Sendo assim, é nessa fase que o visitante será convertido em lead.

Meio do Funil

Nessa etapa, o lead já reconheceu que existe um problema no seu negócio, porém ainda não tem certeza se vale a pena adquirir um serviço especializado para resolvê-lo.

Sendo assim, é necessário ter uma cautela maior na forma de abordagem e de manutenção do contato com o lead. E para manter essa comunicação, é preciso fornecer um conteúdo mais aprofundado, como forma de garantir que o lead vá posteriormente adquirir um produto ou serviço.

É nessa etapa também que a empresa deve conseguir mais informações sobre o lead, através por exemplo do fornecimento de materiais ricos. Assim você poderá gerar mais valor para a sua empresa, e conseguirá nutrir e gerar oportunidades de vendas.

Fundo do Funil

O fundo do funil, representa a etapa de geração de clientes, ou seja, é nesse momento que a empresa deve buscar vender o seu produto ou serviço.

Empresa de sucessoPowered by Rock Convert

Nessa etapa, é fundamental demonstrar que a sua empresa é a que possui a solução ideal para resolver o problema do cliente. Dessa forma, é preciso de ser convincente, e mostrar que você possui a melhor opção para solucionar o problema do cliente.

Para isso, cases de sucesso, ebooks e vídeos, são exemplos de conteúdos para o fundo do funil, que auxiliarão na conversão das oportunidades em clientes.

Como fazer o cliente realizar a jornada

Para compreender esse ponto, é preciso entender que existe uma estreita relação entre o marketing e negociação, que é reconhecida como vendarketing.

Tais setores estão interligados, e o sucesso depende fortemente do bom desempenho do outro. Se a divulgação da marca e a qualificação dos visitantes for bem realizada, chegarão mais oportunidades qualificadas até o setor comercial. 

Por consequência, o estágio do fundo do funil, apresentará oportunidades mais qualificadas, e aumentará a possibilidade de gerar clientes para a empresa.

Muitas vezes, ocorre de o cliente realizar uma jornada não linear. Dessa maneira, ocorre a possibilidade de ele pular algumas etapas do funil de vendas (por já saber qual o seu problema, ou por identificar que existe uma solução e estar decidido a contratar o serviço da empresa).

Como forma de facilitar a jornada do cliente no funil, é necessário se atentar a alguns pontos, como:

  • Definir qual tipo de cliente é ideal para a empresa: que é a criação de uma persona, que busca estabelecer um perfil de cliente ideal para a empresa. Definindo assim características como idade, profissão e escolaridade.
  • Conteúdos produzidos e disponibilizados para os visitantes: entender quais são os tipos de materiais que melhor auxiliam o visitante, atentando-se para as etapas do funil, e convencê-lo da necessidade de contratar o produto ou serviço ofertado.
  • Acompanhar o visitante durante a sua jornada: acompanhar o fluxo do visitante no funil é imprescindível. Assim será possível adequar as formas de abordagem e materiais fornecidos ao longo do percurso.

Por quê fazer um funil de vendas?

As vantagens de se fazer um funil de vendas bem estruturado são múltiplas e impactantes. Com sua realização, fica mais fácil prever e monitorar os clientes, e gerar mais vendas para a empresa.

Também se torna possível monitorar a produtividade dos setores de marketing e comercial da empresa. Basta analisar a conversão de cada etapa do funil para determinar se há alguma deficiência em algum ponto.

Outro fator é conseguir informações importantes sobre quem percorreu as etapas do funil, permitindo aprimorar o tipo de cliente ideal para a empresa.

Em que tipo de empresa pode ser aplicado

A estratégia de estruturar um funil de vendas pode ser aplicada para todas as empresas. Porém as formas de abordagem serão diferentes, dependendo do perfil e setor do negócio. 

Além disso, a realização do funil pode ser feita tanto por intermédio de comunicações digitais, quanto por reuniões presenciais.

Portanto, o que se observa é que a estratégia de utilizar o funil de vendas pode ser bem efetiva quando devidamente aplicada.

Nesse sentido, uma organização pode conseguir gerar mais clientes e alavancar seus resultados, ao mesmo tempo que consegue analisar o desempenho interno dos setores de marketing e vendas.

Além disso, definindo as estratégias de abordagem do funil de vendas, além das metas e indicadores que se pretende utilizar durante o Planejamento Estratégico, se torna mais fácil alcançar tanto os objetivos quanto multiplicar os resultados.

Texto escrito por Felipe Castro, Gerente de Projetos da PUC Consultoria Jr.

Posts relacionados

Deixe um comentário