O papel da Gestão de Pessoas durante a pandemia

8 minutos para ler

Qual a importância da gestão de pessoas durante a pandemia?

Com a instauração da quarentena, muitas empresas mudaram suas operações para o sistema de home-office. E com a dificuldade de acompanhamento dos funcionários e de como estão exercendo suas atividades, a gestão de pessoas se torna fundamental para manter a saúde e controle do empreendimento.

Além disso, toda essa situação repentina acabou por ocasionar inúmeros desafios a serem solucionados em relação aos funcionários das empresas, como:

  • diminuição da produtividade;
  • demissões;
  • contato com a empresa e;
  • disseminação da cultura entre os colaboradores.

Porém, a chave para solucionar e administrar tais problemas, se encontra na gestão de pessoas. Assim iremos falar a seguir sobre como o RH e seus serviços podem te ajudar.

Qual a relação dessa área com o coronavírus?

O setor de RH já vem se transformando a alguns anos, caminhando rumo a era digital, e como um influenciador de estratégias organizacionais. Porém, todo esse processo foi acelerado com o COVID-19 e a situação emergencial trazida por ele.

Nesse sentido, muitas empresas antes negligenciavam o papel da gestão de pessoas e sua influência no meio empresarial, caracterizando-a como algo meramente subjetivo. Mas com toda a necessidade de se controlar dezenas, centenas ou até milhares de funcionários, e ao mesmo tempo analisar seus resultados e qualidade, as mesmas empresas agora tem que recorrer a ferramentas e recursos dados por esse setor.

Com isso, uma boa gestão alinhada também as tecnologias atuais, é de grande importância para a sobrevivência das empresas, independente do tamanho. Irá ser através dela que será possível administrar e manter a calma dos colaboradores durante um período de grandes incertezas.

RH 4.0

Com a automação de processos, tecnologias de informação, e o surgimento das inteligências artificiais, se faz necessário também o desenvolvimento da mediação estratégica na gestão de pessoas. Sendo assim, o objetivo passa a ser conciliar a gestão de pessoas com as novas tecnologias, adaptando às novas realidades, e desenvolvendo novas estratégias no processo de administração de pessoas.

E com a necessidade de se adaptar ao sistema remoto, utilizar da gestão de pessoas 4.0 é uma alternativa para contornar a situação vivida hoje. E para exemplificar a sua aplicabilidade, se torna possível a realização de:

  • treinamentos online, permitindo que os colaboradores sejam capacitados mesmo durante o processo de regime remoto;
  • gestão por software inovadores, que possibilitam a obtenção de resultados mais específicos sobre o desempenho dos colaboradores e;
  • processos cada vez mais digitais, o que garante maior eficiência do setor, devido a segurança de se manter dados dos processos, além da facilidade de promover a manutenção das operações de uma empresa.

Vale ressaltar que o RH 4.0 além de ser um meio inovador é um gerador de qualidade operacional. Assim, mesmo antes da pandemia empresas já vinham adotando sistemas de treinamento e seleção online por exemplo. Porém, esse novo modelo de gestão de pessoas, apesar de já ter sido desenvolvido durante alguns anos, ainda se era pouco utilizado pelas organizações.

Dessa maneira, tais medidas feitas, sejam por vídeos gravados ou chamadas em salas online ajudam a captar melhor a atenção dos colaboradores mais jovens. Além de ser um método que contribui com o orçamento empresarial, por não necessitar da utilização de recursos presenciais, e nem das instalações da empresa para que os colaboradores realizem as suas tarefas.

Gestão de pessoas como auxílio aos colaboradores

Como já exemplificado a gestão de pessoas é essencial nesse momento de crise. E ela representa o principal pilar para os funcionários, por se encontrarem em situação atípica e em um ambiente de trabalho pouco habitual.

Powered by Rock Convert

Nesse sentido, o treinamento e seleção online mencionado anteriormente já era uma das atitudes adotadas por algumas empresas, porém com o regime remoto ele se tornou praticamente obrigatório. E cabe ao RH elaborar e selecionar as melhores opções de cursos e treinamentos para seus colaboradores.

Além disso, diversas ferramentas vêm sendo utilizadas pelo setor, como o meets, aplicativo de vídeo chamada do Google. Nele os funcionários podem se encontrar em salas online com dezenas de outros membros para se comunicarem. Sendo assim, considerada como uma plataforma muito importante para o fluxo de informações dentro das próprias empresas.

Outra ação adotada pelo setor, corresponde a forma de se fazer o processo de seleção e recrutamento de pessoal, pois agora, todo o processo é feito online e mediado pelos recrutadores. Assim, são elaborados provas e dinâmicas que visam captar as mesmas essências do que já era feito presencialmente. Nesse sentido, os avaliadores tendem a buscar por novos parâmetros de avaliação, como foco e disciplina. E isso se dá, devido a grande interação que o regime remoto ocasiona entre o profissional e pessoal.

Gestão de pessoas como auxílio às empresas

O RH tem um grande papel durante essa crise para as empresas, principalmente no que diz respeito a manutenção do capital humano. Ou seja, conseguir manter os colaboradores na organização, monitorando suas atividades e produtividade. Além disso, reter seus talentos e evitar a evasão de pessoas, vêm sendo considerada a melhor alternativa para as organizações não perderem funcionários durante esse período delicado.

E essa preocupação se torna recorrente, pois quando um funcionário sai da empresa, ele leva consigo todo o aprendizado e experiência. E a contratação de pessoas novas, exige que a empresa se prepare, e esteja bem equipada no sentido de conseguir realizar um treinamento e desenvolvimento adequados desses novos colaboradores.

Nesse sentido, essas medidas acabam tendo um impacto financeiro na empresa, que pode ser negativo. Isso ocorre uma vez que o treinamento e desenvolvimento de funcionários leva tempo, e exige muitos recursos. Assim, o melhor que as organizações tem a fazer, é de conseguirem manter uma estabilidade maior durante esse período, no sentido de evitar uma evasão grande dos colaboradores durante esse período de incertezas.

Empresas que são exemplos no processo de gestão de pessoas em regime remoto

Sempre em uma crise há aqueles que fecham suas portas, e há aqueles que se tornam ainda mais fortes. Dessa maneira, independente da situação, as empresas que sobrevivem sempre buscam o mais rápido possível se adaptarem as novas circunstâncias que são impostas.

Pensando nisso, alguns exemplos de empresas que são referência na adaptação ao regime remoto, e na gestão de pessoas são:

  • Nubank – Pensando no bem-estar social e da saúde de seus funcionários, a empresa de conta de pagamentos Nubank, estendeu o sistema de Home Office até final do ano. A adoção desse sistema durante esse período de tempo, já permitiu a ela a contratação de mais de 155 pessoas durante o regime remoto.
  • Natura – Essa empresa de cosméticos já é sinônimo de sustentabilidade e inovação. Pois, durante a pandemia, a mesma adotou algumas medidas que visam melhorar a experiência de seus funcionários. Uma delas foi a compra de notebooks para aqueles que só possuíam desktops no escritório. E outra medida, para evitar a perda de funcionários durante esse período, corresponde a concessão de licença remunerada aos funcionários que pertencem ao grupo de risco, no qual suas atividades só podem ser realizadas presencialmente.

Como visto anteriormente, uma boa gestão nos momentos atuais não se limita somente a adaptação das operações ao sistema remoto, como também no fortalecimento e modificação das estratégias da empresa. Nesse sentido, o papel da gestão de pessoas ganha destaque na medida em que tem o conhecimento e os mecanismos para realizar essas mudanças.

Dessa maneira, gerir sua empresa durante esse período de crise se torna praticamente impossível quando não se possui o suporte necessário para auxiliar seus colaboradores no processo de adaptação. Assim, mesmo se a organização não possui um setor específico como o de recursos humanos, manter-se informado e buscar utilizar de mecanismos que permitam a adaptação e comunicação entre os membros se torna essencial para driblar os efeitos da pandemia.

Texto escrito por Marco Otávio, Consultor de Projetos da PUC Consultoria Jr.

otimização de processosPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.