okr okr

OKR: aprenda a aplicar para alcançar seus objetivos

5 minutos para ler

OKR, Objectives and Key Results, é um termo inglês que significa “objetivos e resultados-chave”. Foi criado pela Intel e adotado por diversas empresas do Vale do Silício, como Google, Twitter, LinkedIn, Dropbox e GoPro, mas como assim objetivos e resultados?

É por meio desse texto que você vai entender a fundo e de maneira simples o que são os OKRs e sua metodologia, como implementá-la no seu negócio, se é viável a aplicação, conhecendo os casos que não é recomendável utilizar a metodologia e quais são suas falhas, além de uma análise comparando o OKR de outras metodologias. Por fim vai saber quais os pontos positivos de utilizar tal metodologia, quais melhorias ela pode trazer e como ela pode ajudar no planejamento estratégico.

Como funciona a metodologia?

De acordo com uma pesquisa realizada pelo SEBRAE em 2014, umas das principais causas do fechamento da empresas em todo Brasil é a falta de uma gestão empresarial. Responsável por estruturar todos os recursos, estratégias e atividades em processos, a gestão empresarial faz com que o empreendedor tenha controle sobre tudo o que acontece na empresa.

De maneira simples, a metodologia OKR consiste em dividir um objetivo principal de uma empresa, correlacioná-lo a diversos objetivos que são atingidos de forma individual ou coletiva, contribuindo para os objetivos macro de uma organização, que são os  resultados chave, cria um Objetivo (sempre qualitativo) que será mensurado por um conjunto de Resultados Chaves (sempre quantitativo). Assim, a implementação do OKR permite alcançar uma boa gestão empresarial.

Implementação da metodologia: os principais passos

Apesar de saber que a metodologia OKR é bem simples, não basta pensar em objetivos, resultados-chave e achar que a estratégia está pronta. É necessário alguns passos importantes, que garantem o bom funcionamento da metodologia e facilitam sua implementação e alinhamento entre todos da empresa.

1. Denominar o líder OKR

O líder OKR é essencial para certificar que todos os processos e rituais sejam aplicados de forma eficiente e integrados à cultura da empresa. No entanto, não é necessário criar um departamento específico para fazer a gestão dos OKRs. A intenção da metodologia é justamente evitar burocracias e tornar o processo menos complexo.

2. Definir metas claras e específicas

Comece com as metas da empresa como um todo. Assim, começar pelas prioridades do Diretor executivo e vá em direção às metas dos departamentos, das equipes e de cada colaborador.

Powered by Rock Convert

3. Definir o objetivo

Ao definir os objetivos é necessário ter clareza e certeza sobre aquilo que você deseja realizar. Por exemplo, “Melhorar processos de outbound” é um objetivo vago. Nesse caso, o melhor seria “Investir na capacitação dos profissionais de vendas para trazer mais clientes para empresa”.

Outro ponto importante é que os objetivos não devem ser estabelecidos totalmente pelos líderes e gestores. Eles formam uma parte dos OKRs, e o restante é definido pela equipe. Assim é possível envolver todos na criação das metas e garantir que a visão de todos seja útil no processo.

4. Estabelecer prazos razoavelmente curtos

Para engajar todos os colaboradores, é necessário que eles percebam que suas ações estão gerando resultados. Sendo assim, é preciso que as metas estipuladas sejam mensuráveis em prazos curtos. Com isso, há a manutenção do senso de urgência, tendo tempo suficiente para que todos realizem seu trabalho e as táticas aplicadas surtam efeito.

5. Fazer análises semanais

Para que os resultados sejam alcançados, o acompanhamento deles precisa
ser constante. Dessa forma, fazer análises semanais é um boa maneira de
acompanhar os resultados, já que permite ajustes rápidos. Mas, também, não sufoca os profissionais envolvidos com uma pressão de analisar dados
diariamente.

6. Transparência quanto aos OKRs

Uma estratégia de OKRs bem-sucedida se concretiza com a participação de todos no negócio. Essa participação demanda clareza dos resultados, de metas a serem alcançadas e quais faltam alcançar. Para isso, é necessário que OKRs fiquem à vista garantindo que o processo esteja claro para todos.

OKR e outras metodologias

A metodologia OKR é muito eficiente no Planejamento Estratégico das empresas, porém essa não é a única metodologia que pode ser utilizada. Existem várias outras metodologias, também muito eficientes, como a análise SWOT e KPIs. Além do Canvas, uma ferramenta de gerenciamento estratégico, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócios novos ou existentes. É um modelo mais antigo proposto por Alexander Osterwalder, baseado no seu trabalho anterior sobre Business Model Ontology.

Por que utilizar o OKR?

Por fim, se torna evidente que a metodologia OKR é indispensável para empresas que almejam atingir suas metas, com base no acompanhamento e na mensuração dos resultados. Os OKRs proporcionam alinhamento das equipes, estímulo a produtividade, organização e planejamento empresarial. Além disso, eles são capazes de otimizar seu modelo de gestão e escalar seu negócio de forma simples.

Texto escrito por Giovanni Fabrini, Consultor de Projetos da PUC Consultoria Jr.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.