Por que fazer um Plano de Negócios?

5 minutos para ler

O mercado atual é caracterizado por diversas exigências em relação a um produto ou serviço, como qualidade, objetividade e bom preço. Assim, para atingir as expectativas dos clientes, uma solução prática é a definição do Plano de Negócios do empreendimento. Plano de Negócios é um documento em linguagem escrita que têm como objetivo orientar os sócios que já possuem um empreendimento ou que desejam iniciá-lo ou ampliá-lo. Esse registro auxilia o cliente a alcançar as metas da empresa, diminuindo os riscos, as incertezas, e, além disso, avalia as ações ao abrir a firma. O Plano de Negócios permite, portanto, identificar os possíveis erros que poderão ser cometidos, com o intuito de não afetar a empresa no mercado de trabalho.  

Como ele poderá te auxiliar?

O Plano de Negócios concebe um direcionamento na decisão de abertura ou expansão do negócio, definindo se o investimento do empreendedor seria viável ou não. Além disso, esse estudo busca informações mais detalhadas sobre o ramo da empresa, os produtos e serviços que irão ser oferecidos, os clientes, concorrentes, fornecedores e, principalmente, sobre os pontos fortes e fracos do empreendimento.

plano de negócios

Etapas do Plano de Negócios

Pesquisa de Mercado

Para elaborar um Plano de Negócios deve-se, primeiramente, fazer uma análise do negócio do empreendedor e dos principais aspectos da empresa, dispondo informações relevantes sobre seu campo de atuação, seu negócio, sua concorrência e especialmente seus clientes, elaborando uma Pesquisa de Mercado.  

A Pesquisa de Mercado se refere a obtenção e análise de dados acerca do mercado. Com isso, é possível avaliar o comportamento do público-alvo, demarcando um perfil e verificando tendências. Este processo é realizado por meio de uma pesquisa qualitativa e/ou quantitativa.

Assim, pode-se identificar os segmentos de maior crescimento de mercado e com características de inovação. Dessa maneira torna-se viável o mapeamento do contexto de atuação e o direcionamento das tomadas de decisão de acordo com os objetivos do empreendimento.

Plano de Marketing

Em seguida, deve-se fazer uma Pesquisa de Marketing. Esse estudo ajudará o empreendedor a compreender o mercado que irá atuar, deixando claro se haveria uma demanda pelo seu produto ou serviço prestado, além de definir os concorrentes e identificar qual será o melhor produto ou serviço oferecido pela empresa de modo a alcançar mais clientes.

O Plano de Marketing têm como objetivo definir estratégias de Marketing a um serviço, marca ou produto, adaptando-o às tendências mais atuais. Além disso, são estabelecidas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que o mercado propicia à empresa.

Plano Operacional e Pessoal

Nessa próxima etapa, deverá ser feito o Plano Operacional para que se conheça a melhor maneira de executar o amadurecimento das ideias do negócio. Esse plano consiste em organizar todo o processo produtivo da empresa, em todas as suas áreas. Essa etapa possui foco total na obtenção de resultados dentro de um período estabelecido. 

O Plano Operacional descreve a estrutura da empresa, tanto do ponto de vista físico quanto as atividades envolvidas no empreendimento. Além disso, podem ser descritas estratégias de controle de qualidade. Desse modo, o desenvolvimento do Plano Operacional permite maior conhecimento e possibilita a otimização dos processos produtivos.

O Plano de Pessoal é responsável por descrever as atribuições dos funcionários e dos encargos sociais da empresa, de modo a especificar as responsabilidades dos empregados e dos empregadores. Assim, é possível identificar os recursos necessários para as demandas do negócio, bem como as competências exigidas para sua execução.

Planejamento Financeiro

Por fim, haverá o Planejamento Financeiro, cujo empreendedor terá consciência do quanto deverá investir para a concretização do negócio, definindo se o investimento será viável ou não. O documento deve conter, basicamente as estimativas de custos iniciais, despesas e receitas de capital de giro e fluxo de caixa, que consiste em  uma ferramenta de controle da movimentação financeira (as entradas e saídas de recursos financeiros), em um determinado período de tempo.

O Planejamento Financeiro tem como objetivo analisar o comportamento financeiro de uma empresa, além de projetar recursos de acordo com aspirações futuras. Para isso, são elaborados manuais e planilhas para que o cliente possa comparar receitas e despesas, bem como averiguar sua situação atual e realizar controles econômicos.

Benefícios do Plano de Negócios

Dentre os benefícios, pode-se destacar:

  • Organizar as ideias ao iniciar um novo empreendimento; 
  • Orienta a expansão de empresas já em atividade, demonstrando o caminho a ser seguido; 
  • Oferece apoio à administração do negócio;
  • Facilita a comunicação entre sócios, funcionários, clientes, investidores, fornecedores e parceiros; 
  • Capta recursos financeiros e humanos; 
  • Contribui no alcance dos objetivos almejados; 

Logo, esse serviço averigua os recursos necessários para o retorno do investimento inicial, bem como controla entradas e saídas provenientes do produto ou serviço. Analisa as capacidades da empresa em relação ao alcance do público-alvo, recursos financeiros e oportunidades de aperfeiçoamento e expansão. Reconhece os fatores positivos e negativos oferecidos pelo mercado, além de propor métodos alternativos para potencializar oportunidades e minimizar ameaças. E define diretrizes de modo a acarretar resultados otimistas em relação aos investimentos e insumos iniciais.

O Plano de Negócios pode ser determinante para promover seu produto e impulsionar suas vendas. A PUC Consultoria Jr. poderá ajudá-lo a efetuar esse planejamento para garantir o sucesso da sua vida empreendedora. Fale conosco!

Texto escrito por Nathalia Marques, Consultora de Projetos da PUC Consultoria Jr.

Posts relacionados

Um comentário em “Por que fazer um Plano de Negócios?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.