StartUps: como estão enfrentando o Coronavírus?

5 minutos para ler
Entenda como as StartUps vêm buscando sobreviver durante um momento bastante delicado para todas as empresas. E quais medidas elas podem adotar para se manterem ativas no mercado.

As economias globais sofreram um grande impacto devido à crise do COVID -19. E, do mesmo modo, para se adaptarem, empresas como Airbnb e Uber, viram a necessidade de se reinventarem diante dessa nova realidade e a repensarem como trabalharão daqui para frente. E, devido a estarem presentes em diversas áreas de atuação, que vão do setor de games até o de turismo, cada Startup reage a essa crise de acordo com seu setor da economia. Isso pois, cada um foi afetado de maneiras diferentes, e exige das empresas diferentes soluções.

Qual é o principal problema que pode fazer as Startups serem drasticamente afetadas pelo coronavírus?

Graças à economia estagnada, estas empresas estão sofrendo de maneira aguda. E isso se dá principalmente por dependerem de investimentos de terceiros para continuar operando, devido ao planejamento apertado e orçamento escasso ao qual trabalham. Dessa forma, sem o capital injetado, os desafios para se continuar operando aumentam ainda mais, e reforça a necessidade de planejamento e readaptação das Startups ao mercado.

Mas qual a vantagem das Startups frente as empresas tradicionais no enfrentamento do COVID-19?

Ser uma Startup está intrinsecamente ligado aos setores de inovação. E, dessa maneira, a sua grande adaptabilidade e agilidade acabam se tornando diferencias em comparação a empresas tradicionais. Isso quer dizer que, essas empresas, por já conviverem dentro de um cenário orçamentário enxuto, e por terem a intenção de solucionar um problema de maneira prática e inovadora, possuem mais capacidade para contornar essa crise do que as empresas tradicionais.

Por isso, não se assuste se mesmo em momentos de crise, novas Startups surgirem. Pois é justamente em momentos de instabilidades que soluções como WhatsApp e Slack surgiram. Nesse sentido, diante desta grande crise humanitária, cada vez mais as Startups reavaliam os cenários em que estão inseridas, e fazem suas mudanças considerando a:

  • Observação da reação de seus clientes frente às novas circunstâncias;
  • Adaptação de seu funcionamento ao modelo remoto e;
  • Alocação adequada dos escassos recursos que possuem.

Exemplos da luta de algumas Startups para superar as dificuldades desencadeadas pelo Coronavírus

Como forma de exemplificar a adaptação que essas organizações inovadoras vêm fazendo, muitas das funções dessas empresas foram definitivamente transferidas para o Home Office de maneira definitiva (estando de quarentena ou não). E isso, devido a percepção de tempo, eficiência e economia de dinheiro que tal modelo proporcionou. Além da percepção de que determinadas funções podem ser feitas em casa de maneira produtiva.

Assim, empresas que atuam no setor de e-commerce como o Mercado Livre e Zoom, veem seus alcances aumentarem cada vez mais durante a quarentena. E isso devido ao crescimento de cerca de 40% do e-commerce brasileiro durante esse período, segundo o estudo realizado pelo Paypal juntamente com a BigData Corp.

Outro exemplo, são as Startups de educação e comunicação, que estão vendo a movimentação crescente de pessoas que buscam o aprimoramento e especialização durante este período de isolamento. Assim, algumas plataformas viram o aumento de 70% nas matrículas de EAD como a Catho Educação, além do aumento de 130% nas buscas de especialização a distância no Google.

Powered by Rock Convert

Simultaneamente ao aumento do ensino a distância, o home office, entrou como a mais nova forma de trabalho das empresas. Entretanto, a questão da comunicação, vêm se apresentando como a principal dificuldade de muitas empresas. E, seguindo essa lógica, aplicativos de comunicação como o Zoom, obtiveram um aumento de 160% de suas ações durante esse período.

#StartUpVsCovid19

Um dos movimentos que vem despontando durante este período, é o movimento que vem juntando empreendedores brasileiros à causa da informação e superação. Assim, utilizando da hashtag #StartUpVsCovid, empreendedores compartilham as soluções e experiências que estão obtendo, para conseguir manter sua empresa em período de isolamento.

Nesse sentido, essa ação auxilia no compartilhamento de conhecimentos, que por sua vez ocasiona a busca por soluções criativas e inovadoras. E ao mesmo tempo, ajuda na sobrevivência de empresas que estão passando por dificuldades ou não sabem o que fazer para dar continuidade as atividades.

O que pode auxiliar as StartUps a se manterem?

Qualquer instituição, independentemente do porte ou do seu ramo de atuação, precisa manter o equilíbrio financeiro para dar continuidade a suas atividades. Por isso, saber como alocar os recursos e otimizar os processos se tornam fundamentais em um momento tão delicado.

Nesse sentido, a educação financeirapode ser uma das chaves para que as StartUps compreendam quais as melhores formas de conseguir manter o seu funcionamento. E tendo em vista a principal dificuldade dessas empresas, que se constitui no lado financeiro, o planejamento financeiro se torna essencial para preparar as StartUp para o futuro.

Além disso, essas empresas devem buscar aproveitar ao máximo a vantagem de serem extremamente ágeis no processo de adaptação à novas circunstâncias. E, por já contarem com uma quantidade escassa de recursos, saber administrá-los adequadamente se torna a palavra de ordem do momento para essas organizações.

Assim, apesar das grandes dificuldades ocasionadas pela pandemia, as StartUps são mestres em se reinventarem. Porém, podem necessitar de ajuda profissional para compreender melhor como alocar da maneira mais eficiente seus recursos. Portanto, apesar de as organizações estarem vivenciando um momento complicado com o Coronavírus, este mesmo momento pode representar uma oportunidade para diversas StartUps de aprimorarem seu funcionamento, e mesmo alavancarem seus resultados.

Texto escrito por Bernardo Braga, Consultor de Projetos da PUC Consultoria Jr.

otimização de processosPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.